Logo-Piramides
Sitio Oficial del Municipio de Puerto Pirámides, Península Valdes Patagonia Argentina
idiomas
ORCAS
ORCAS

Orcinus Orca

Nome em inglês: Killer Whale
Características

As orcas macho alcançam um tamanho de aproximadamente 9,8 m (32 pés) e um peso de 9-10.000 kg (9-10 toneladas)

As fêmeas são menores; seu tamanho chega aos 8,5 m (28 pés) e seu peso oscila entre 6.500 e 7,500 kg (7-8 toneladas).

As crias nascem com um tamanho aproximado de 2,4 m (8 pés) e pesam por volta de 180 kg (400 libras).

 

Espécies

Atualmente, considera-se a existência de apenas uma espécie de orca, embora o isolamento geográfico possa haver criado diferentes raças e populações. Por exemplo, no Noroeste do Pacífico, nas costas de Washington, Columbia Britânica e Alaska, existem dois tipos de orcas diferentes denominados “Transeuntes” e “Residentes”. Estes dois tipos de orcas compartilham o mesmo oceano, mas não se misturam, têm diferentes hábitos sociais, distribuição, dieta e, de certa forma, também são diferentes em sua aparência física. Existe ainda um terceiro tipo de orca denominada “Costeiras”.

Estas Orcas ocasionalmente se aventuram por esta zona, mas também não se misturam com as demais. Divisões similares em “tipos” de orcas ocorrem também em outras áreas como, por exemplo, na Antártida, onde existem orcas “Tipo A”, “Tipo B” e “Tipo C”. Cada tipo distingue-se por sua pigmentação. A “Tipo A” é como uma típica orca branca e preta e as de “Tipo B e C” são cinzas e brancas, porém a “Tipo B” tem manchas post-oculares grandes e a “Tipo C” possuem manchas post-oculares inclinadas para cima. Há certa evidência de que estes diferentes tipos de orcas podem ocupar diferentes habitas (por ex. próximo do gela ou em águas abertas) e caçar diferentes presas (por ex. pingüins e focas ou peixes).

CARACTERÍSTICAS DESTA ESPÉCIE:



 

As orcas também são chamadas de baleias assassinas, mas as orcas não são baleias, são golfinhos grandes. São mamíferos e, portanto, têm sangue quente, respiram ar e dão a luz a suas crias.

As orcas estão presentes em todos os oceanos do mundo, mas geralmente são encontradas próximas às plataformas continentais. Existem registros na Antártica, Argentina, Islândia, Japão, Kamchatka (Rússia), Noruega, Nova Zelândia, Nova Guiné, América do Norte (Pacífico) e Reino Unido. Ainda assim, não existe nenhum estudo científico que tenha identificado populações numerosas em nenhuma destas áreas.

A Orca é um cetáceo dentado (Odontoceti) como outros golfinhos, as marsopas, os cachalotes, etc. Possuem de 10 a 13 pares de dentes cônicos que se encaixam, localizados na mandíbula superior e inferior, somando um total aproximado de 48 dentes. Como acontece com as árvores, o número de anéis nos dentes indicam a idade do indivíduo. As orcas macho alcançam um tamanho máximo de, aproximadamente, 9,8 m (32 pés) e um peso de 9-10.000 kg (9-10 ton.).

As fêmeas são menores; seu tamanho chega aos 8,5 m (28 pés) e seu peso varia de 6.500 a 7.500 kg (7-8 ton.).

As crias nascem com um tamanho aproximado de 2,4 m (8 pés) e um peso de mais ou menos 18 0 kg (400 libras)

As orcas apresentam dimorfismo sexual, isto é, o macho e a fêmea são diferentes em sua forma e tamanho. Estas diferenças começam a aparecer entre os 10 e os 15 anos. Uma característica distintiva é a barbatana dorsal, que nos machos adultos pode chegar a medir quase 2 metros (6 pés) e tem forma triangular. A barbatana dorsal das fêmeas tem um tamanho médio de 1 m (3 pés) e é curva como a do golfinho.


PIGMENTAÇÃO:

 

Estes animais caracterizam-se por terem o dorso negro e a zona ventral branca. Têm ainda manchas brancas na parte lateral posterior do corpo, bem como acima e detrás dos olhos. Com um corpo pesado e entroncado, têm a maior barbatana dorsal do Reino animal, que pode medir até 1,8 metros de altura (maior e mais ereta nos machos que nas fêmeas.

 


LONGEVIDADE:

 

As orcas podem viver aproximadamente 80 anos, mas existem estudos que mostram que, no caso de um grupo que habita a costa de Washington e Columbia Britânica (USA e Canadá respectivamente), as orcas fêmeas têm uma média de vida de 50 anos.

Não se sabe por que, entretanto, as orcas macho desta população vivem por volta de 30 anos, podendo viver no máximo 50 anos.

REPRODUÇÃO:


As fêmeas chegam à idade reprodutiva aos 11 anos. Estas jovens fêmeas, na idade de amadurecimento, costumam transformar-se em “babás” para se preparar para a futura responsabilidade de serem mães. Ao longo da vida, uma fêmea pode ter de 4 a 6 crias e deixa de reproduzir por volta dos 40 anos, embora existam exceções. O período de gestação ronda os 17 meses.

Os machos começam a entrar na maturidade aos 12/14 anos, este período se caracteriza pelo rápido crescimento da barbatana dorsal. À medida que a barbatana dorsal cresce, vai perdendo sua curvatura anterior. Este crescimento é denominado “brote”. A orca cresce até os 20 anos.

As orcas são animais muito sociáveis. Em alguns casos vivem em pequenos grupos familiares. Não sabemos certamente acerca dos grupos que habitam a área da Península Valdés, pois não existem estudos genéticos que confirmem as observações de campo.

 

*Sequência de fotos: Gentileza Arturo Encimas para a WEF.

 

NOTÍCIAS