Logo-Piramides
Sitio Oficial del Municipio de Puerto Pirámides, Península Valdes Patagonia Argentina
idiomas
UBICACIÓN Y CLIMA

Localização

Latitude: 42.35 (S)
Longitude: 64.17 (W)
Fuso Horário UTC: -3

Puerto Pirámides está localizada a 1.430 km de Buenos Aires,
a 2.392 km de Salta ao Norte e
a 1.829 km de Ushuaia ao Sul.

Distância de outros atrativos turísticos:
Cataratas do Iguaçu: 2.656 km. Mendoza: 1600 km.
El Calafate: 1.418.
Bariloche: 966 km,
Esquel: 644 km.

Pontos Turísticos masi próximos.
Punta Tombo: 221 km.
Dique Ameghino: 218 km.
Gaiman: 185 km.

Cidades próximas mais importantes.
Comodoro Rivadavia: 490 km. Viedma: 477 km.
Rawson: 152 km.
Trelew: 171 km.
Puerto Madryn: 104 km.

Aeroportos mais próximos: Trelew e Puerto Madryn.



 

 

 

Ventos

De outubro a fevereiro a velocidade média mensal do vento na região encontra-se acima da média anual. Um estudo do potencial eólico em Puerto Pirámides indica que a média anual da velocidade do vento é de 25 km/h (Barros y otros, 1981, citado no “Plan de Manejo Del Sistema Península Valdés)”.

 

Temperatura

Las características marítimas del clima hacen que la variación anual de temperatura sea relativamente pequeña, siendo las máximas y mínimas poco extremas en verano e invierno, respectivamente. La amplitud anual de los valores de la temperatura media mensual es de 10° C, con medias mensuales de 18° C en verano y de 8° C en invierno. 

Mareas

Puerto Patrón: Puerto Madryn
Carta Argentina H.264
Lat.: 42° 46'SLong.: 65° 02' W
Regime de Marés:
  Semidiurno 4 h 20'
Nível Médio: 2,99 m



CLIMA

Os aspectos gerais do clima da Península Valdés são os mesmos que caracterizam o clima da região norte da Patagônia, modificados localmente pelas interações entre a atmosfera e os corpos de água adjacentes. As variáveis meteorológicas medidas pelo CENPAT baseiam-se em dados da estação climática na cidade de Puerto Madryn, cidade em relação à qual o clima de Puerto Pirámides tem variações no que concerne a precipitações e proteção dos ventos.

VIENTOS

Ventos predominantes em Puerto Pirámides: Oeste e Sudoeste

Os ventos predominantes na Patagônia são os do Oeste, e Porto Pirámides sofre o embate do vento do Sudoeste, ao que está completamente exposta por sua localização geográfica. Durante o inverno, os ventos do Noroeste são os mais úmidos dado que o anticiclone se encontra sobre o oceano Atlântico. Durante o verão, os ventos do Norte têm uma influência mais continental dado que o anticiclone está mais a Oeste e, com isso, são mais secos.
Outro fenômeno que ocorre no Golfo Novo durante o verão é o efeito Brisa do Mar. O aumento da radiação solar e a pouca disponibilidade de água no solo provocam amplitudes térmicas muito grandes, ou seja, uma marcada diferença de temperatura entre a faixa costeira continental e as águas do Golfo Novo. Nos dias ensolarados e depois da temperatura máxima diária depois do meio-dia, ocorre uma brisa procedente do mar do setor Sudeste, que chega a penetrar até 50 km costa adentro. A cidade de Puerto Madryn está totalmente exposta ao efeito Brisa do Mar, diferentemente de Puerto Pirámides, que está protegida dos ventos do Leste. Em função do Efeito Brisa do Mar, durante o verão a navegação torna-se difícil nas águas de Puerto Madryn a partir das primeiras horas da tarde, enquanto em Puerto Pirámides é possível continuar desenvolvendo atividades náuticas sem nenhum inconveniente. Os ventos procedentes dos setores SO e O apresentam uma freqüência de aproximadamente 38% no verão e mais de 50% no inverno. Na primavera e verão, especialmente na última estação, há um aumento da freqüência relativa dos ventos do setor leste e noroeste.

PRECIPITAÇÕES


A variação estacional da precipitação é pequena, ainda que apresente um pico máximo no trimestre Abril-Junho e se distribui uniformemente nos outros trimestres com, aproximadamente, 50 mm em cada um deles.
Como quase todo o território Patagônico, a região está influenciada por um regime de chuvas invernais do Pacífico e apresenta baixo índice pluviométrico. O ar úmido do oeste é interceptado pela Cordilheira dos Andes que atua retendo a umidade. A precipitação média anual decresce para o interior da Península, variando de 225 mm na periferia a 200 mm na zona central. Segundo os registros do CENPAT no período de 1982-2001, o valor médio anual da precipitação é de 235,9 mm, o que significa um aumento de 36% ao longo do século XX.

MARÉS





Porto Padrão: Puerto Madryn
Carta Argentina H.264
Lat.: 42° 46’ S long.: 65° 02’ W
Regime de Marés: Semidiurno 4 h 20’
Nível Médio: 2,99 m

O regime de marés é semidiurno. Para o porto padrão da área, Puerto Madryn (42° 46’ S – 65° 02’ W) o nível médio é de 2,99 m, com amplitudes médias de 4,69 m em sizígias e 2,87 m em quadraturas. A temperatura da água na superfície apresenta valores médios anuais próximos aos 13°, com máximos no verão de 18 a 20°C e mínimos no inverno de 8° a 9°C.
As águas do Golfo Nuevo são geralmente transparentes, as águas que rodeiam a Península Valdés se distinguem pela grande amplitude das marés. A geometria da plataforma favorece a amplificação da maré semidiurna em todo o litoral patagônico. Em especial, no Golfo San José (Fondeadero San Román) a amplitude média é de 5.8 m (com máximas de mais de 8.7 m) e no Golfo Nuevo (Puerto Madryn) a amplitude média é de 3.8 m (com máximas superiores aos 5.7 m). Adicionalmente, a geometria da costa faz com que a defasagem da onda de maré entre ambos os golfos seja de aproximadamente 6 horas, ou seja, quase meio ciclo exato.
Os dados característicos da maré podem ser encontrados nas Tábuas de Marés publicadas anualmente pelo Serviço de Hidrografía Naval de la Armada.



Link: http://www.hidro.gov.ar/Oceanografia/Tmareas/Form_Tmareas.asp

GEOMORFOLOGIA GERAL





A caracterização geomorfológica de Puerto Pirámides está enquadrada na caracterização geral da Península Vadés, que se localiza sobre uma superfície estrutural por arrasamento, constituída por remanentes de erosão mesetiformes. Sua superfície, estabilizada por bancos de rodados cimentados por carbonatos, resguardou da erosão os estratos frágeis das sedimentações terciárias. O melhor desenvolvimento o adquire no setor centro – norte.
Ao longo de todo o litoral marinho da planície é destruída pelo retrocesso erosivo de pendente pronunciada, que chega a constituir alcantilados cortados em ângulo reto, como os que se obeservam em Puerto Pirámides.
Puerto Pirámides está situada em uma área que corresponde a uma costa em erosão, com uma grande formação de alcantilados ativos e inativos, e plataformas de abrasão de ondas e em setores de transição entre os mesmos formam-se estreitas praias de grava e areia.
Os cordões litorais elevados presentes em Puerto Pirámides formam estreitas faixas acrecionais delimitadas por alcantilados. Essa unidade formada por cordões pode-se observar em pequenas praias e está constituída por diferentes depósitos progradantes produto de paleocorrentes de deriva litorânea que se encontram elevados com respeito ao nível do mar atual e pode-se observar ao Oeste de Punta Pirámides.
O relevo da área em questão está formado, como se mencionou anteriormente, por uma zona de praia estreita rodeada de alcantilados e na área central de dunas litorâneas. Esta zona apresenta estabilidade geológica, não apresenta atividade sísmica nem atividade vulcânica atual. Devido à dinâmica costeira, podem ser freqüentes deslizamentos e desmoronamentos nas bordas dos
alcantilados.

NOTÍCIAS